Marta nem pensa em não receber dinheiro do Planalto

A prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT), disse que considera "inadmissível" a não liberação de recursos para combater os problemas causados pelas enchentes. A prefeita está neste momento no Palácio do Planalto, onde pretende conversar com o presidente para pedir a liberação do dinheiro. Ela esteve reunida durante duas horas com o ministro da Integração Nacional, Ciro Gomes. Na saída do encontro, Marta afirmou que irá pedir ao presidente recursos para a cidade de São Paulo, para o Estado e pa ra o Nordeste. "Vou agora ao Planalto para saber qual a quantidade de recursos disponível. Acho que vai ser inadmissível isso não se concretizar". Ao ser lembrada que o presidente tinha agendada para as 14 horas a reunião ministerial, a prefeita afirmou: "Vai ter que atrasar".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.