Marta passará o ano novo em Paris

A Infraero confirmou nesta quinta-feira a ida da prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT), para Paris. Ela embarcou no fim de semana sem acionar o status de ?autoridade? para tratamento especial, segundo a assessoria da Infraero, que não soube informar se a prefeita viajou acompanhada do namorado Luís Frave, que tem casa em Paris. A viagem de Marta foi comentada entre funcionários da Infraero, pois chamou atenção o fato de a assessoria da prefeita não ter informado seu embarque nem pedido acesso à sala reservada. Na quarta-feira, a assessoria da Prefeitura havia informado apenas que a prefeita se ausentaria do cargo ?para descanso? até o dia 5 de janeiro.Marta despachou na Prefeitura até sexta-feira, quando se despediu dos funcionários. Depois disso, ninguém soube informar seu paradeiro. Durante o período em que estiver ausente, o vice, Hélio Bicudo, assume o cargo.O vereador Gilberto Natalini (PSDB), líder da oposição na Câmara, criticou a viagem da prefeita. ?Nós, vereadores, estamos aqui, trabalhando ainda. Nós é que não podemos ir descansar por causa dos 50 projetos em regime de urgência que ela mandou para cá?, disse. ?Até junho deste ano, a prefeita e seu primeiro escalão fizeram 70 viagens internacionais, o que dá, somando-se todas as viagens, de todas as pessoas, 497 dias viajados em 180 dias de governo?.Em agosto do ano passado, a morte da irmã, Irene, levou Marta a embarcar para Paris, onde permaneceu por quatro dias. Foi durante esse período que a prefeita se aproximou do franco-argentino Luis Favre, assessor de assuntos internacionais do PT e seu atual namorado. Favre cuidou de todo o trâmite burocrático para trazer o corpo de Irene para o Brasil.Em fevereiro deste ano ela retornou a Paris, onde se encontrou com o primeiro-ministro francês, Lionel Jospin. Em maio foi à Argentina, para um encontro de prefeitos. No mesmo mês participou de uma feira de turismo e negócios em Genebra, na Suíça. Mês passado esteve na Itália, onde apresentou o ?Urbis 2002?, um congresso sobre administração que deverá ocorrer em São Paulo em julho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.