Marta: São Paulo pode entrar na guerra fiscal

A prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT), estuda a possibilidade do Município entrar na guerra fiscal para atrair investimentos para a capital. O objetivo é atrair empresas principalmente para as regiões mais pobres da cidade e que concentram altas taxas de desemprego. ?Estamos avaliando a entrada da cidade em uma guerra fiscal, pois é uma possibilidade interessante para algumas áreas que queremos desenvolver na cidade", disse.Marta afirmou que os possíveis incentivos devem beneficiar regiões mais pobres. "Alguns bolsões de pobreza podem levar a descentralização do desenvolvimento econômico através de algum tipo de isenção", disse a prefeita, que não forneceu maiores detalhes sobre o projeto. Ela não esclareceu, por exemplo, se haveria uma escala de descontos em impostos municipais para as empresas que quisessem se instalar na cidade. Mesmo assim, está descartada a hipótese de isenção total nos tributos, como o Imposto Sobre Serviços (ISS).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.