Marta torna-se presidente de prefeitos, em Paris

A prefeita de São Paulo, Marta Suplicy, foi eleita e assumiu hoje a presidência da organização Cidades e Governos Locais Unidos (CGLU). Segundo informação da assessoria de imprensa da Prefeitura, a eleição ocorreu na manhã desta quarta-feira em Paris. Ao lado dos prefeitos de Paris e de Pretoria (África do Sul), respectivamente Bertrand Delanoe e Smangaliso Mkhatswa, econforme define o estatuto, Marta participou de chapa única e foi eleita para três anos de mandato.Ainda segundo sua assessoria de imprensa, a prefeita pretende, em seu primeiro mandato frente à entidade, empenhar-se em dar início a uma mudança das relações das cidades com organismos multilaterais, como o Banco Mundial e ONU, numa relação mais direta e menos condicionada por outras instâncias de governo, segundo informou a assessoria de imprensa da Prefeitura paulistana.A CGLU nasceu da fusão das três principais entidades mundiais de prefeitos, a Federação Mundial de Cidades Unidas (FMCU),a União Internacional de Autoridades Locais (IULA, sigla em inglês) e a Metropolis (rede formada por cidades com mais de um milhão de habitantes). Na próxima sexta-feira (7) a prefeita viaja para Barcelona, na Espanha, onde participará do 4.o Fórum de Autoridades Locais pela Inclusão Social, no qual será definida a Agenda 21 de prioridades das cidades para as Nações Unidas e da Abertura do Fórum Mundial de Culturas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.