Marta veta Disque-Denúncia em ônibus

A prefeita Marta Suplicy (PT) vetou nesta segunda-feira o projeto de lei que previa a fixação do número do Disque-Denúncia na parte traseira dos ônibus que circulam em São Paulo.A rejeição do texto, que havia sido aprovado na Câmara, foi criticada por seu autor, o vereador William Woo (PSDB), e pelo Instituto São Paulo Contra a Violência, que mantém o número0800-156315.Entre outras justificativas, Marta disse que pôr cartazes na parte de trás dos veículos é proibido por uma portaria publicada em março de 2001.Como compensação, a prefeita sugeriu que o telefone fosse fixado nas laterais dos veículos ou dado no Jornal do Ônibus. "Se o problema era a localização, ela poderia ter vetadoparcialmente", disse Woo. Ele vai tentar derrubar o veto em plenário.Marta fez nesta segunda-feira palestra para oficiais superiores do Comando Militar do Sudeste sobre sua gestão em São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.