Matador de taxistas chega a São Bernardo

O matador de taxistas Anestor Bezerra de Lima chegou à Delegacia Seccional de São Bernardo às 18h40. Ele foi apresentado à imprensa, mas se recusou a responder a perguntas, limitando-se a ofender repórteres. "O que for meu eu seguro. O que não for, não adianta que não vou segurar", afirmou ao delegado seccional Marco Antônio de Paula Santos."Ele é um estelionatário nato, é bom de conversa e queria a todo custo saber o que existia contra ele em São Paulo", disse o delegado Paulo Henrique Navarro Barbosa, enviado pela seccional a Cuiabá.Paula Santos disse que o acusado vai responder por sete assassinatos e uma tentativa de homicídio. Ele garantiu que "não tem a menor credibilidade" a versão divulgada por emissoras de televisão de que Anestor era um pistoleiro contratado por uma cooperativa de taxistas de Minas para eliminar concorrentes.

Agencia Estado,

16 de setembro de 2004 | 21h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.