Matador de usineiro é condenado em Alagoas

O ex-soldado PM José Feitosa da Silva Filho, acusado de ter assassinado o empresário Olival Tenório Costa Neto, de 26 anos - filho do usineiro Olival Tenório -, foi condenado nesta segunda-feira a 19 anos de prisão. O julgamento começou de manhã e terminou no início da noite, no Fórum de São Miguel dos Campos, a 66 quilômetros de Maceió.Por 6 votos a 1, os jurados decidiram condenar o ex-PM, que, quando cometeu o crime, há quase dois anos, prestava serviço no gabinete militar da Assembléia Legislativa de Alagoas, na época presidida pelo deputado estadual Antônio Albuquerque (PTB).O crime aconteceu por motivos fúteis em 23 de setembro de 2001, numa churrascaria em São Miguel dos Campos. Quando foi levado ao comando da PM, antes de perder a farda, José Feitosa declarou que "se soubesse que aquele rapaz era filho de usineiro não tinha atirado".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.