Matadores de esportista alemão no Pará são condenados

A justiça de Breves, município no norte do Pará, condenou dois homens que no dia 8 de abril de 2004 mataram o esportista alemão Albrecht Engelbach. Ele foi assassinado numa tentativa de assalto quando viajava de caiaque pelos rios da Amazônia, com o objetivo de percorrer diversos países, partindo de São Luiz do Maranhão até alcançar o Caribe. O julgamento ocorreu um ano e nove meses depois da denúncia feita pelo Ministério Público. A condenação saiu na sexta-feira. Engelbach navegava pelo Rio Mutunquara, no interior de Breves, quando notou que estava sendo perseguido. Em outra embarcação que emparelhou com o caiaque, o grupo de três pessoas aproximou-se do navegador, tendo Pedro Abreu Ferreira disparado um único tiro no pescoço do alemão, a uma distância de dois metros. Ferreira foi condenado a 25 anos de prisão, enquanto o outro acusado, Américo Mendes, a 23, ambos em regime fechado. O terceiro envolvido no crime não foi julgado por ser menor de idade.

Agencia Estado,

12 Fevereiro 2006 | 17h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.