Matou a mulher na urna eletrônica

Um crime passional no final da votação de domingo abalou a pequena cidade de Coronel Bicaco, no noroeste gaúcho, a 412quilômetros de Porto Alegre. A 15 minutos do fechamento da urna da 29ª seção, no Colégio Cecília Meireles, o funcionário da prefeitura Waldelino Vicente Rubiano, de 57 anos, aproximou-se da ex-exposa Silvana Maria Baggio Rubiano, de 41 anos, que entrava na sala para votar, e matou-a com dois tiros de revólver. Em seguida Waldelino disparou contra sua própria cabeça. A polícia isolou o local e a urna foi removida para outra sala, mas não apareceram outros eleitores. Silvana era enfermeira da prefeitura e desde que havia se separado de Waldelino, no início do ano, vinha recebendo ameaças do ex-marido, que não aceitava o final do casamento. Ela foi enterrada em Erechim, sua cidade de origem. Waldelino foi sepultado em Coronel Bicaco. Os doisfilhos do casal, com dois e cinco anos, ficarão sob os cuidados defamiliares de Silvana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.