Mau tempo antecipa retorno de turistas

Estradas que ligam litoral à capital registraram grande movimento um dia antes do esperado

Vitor Hugo Brandalise e Rejane Lima, de O Estado de S. Paulo,

02 Janeiro 2010 | 04h33

O dia mais chuvoso das festas de fim de ano no Estado levou turistas em visita ao litoral norte de São Paulo e à Baixada Santista a adiantarem a volta para casa. Ontem, um dia antes dos esperados picos de trânsito, as estradas já tinham movimento anormal - no Sistema Anchieta-Imigrantes, entre 12 e 19 horas, circularam cerca de 50 mil veículos, número aguardado para hoje e amanhã, segundo a concessionária Ecovias.

“Voltaríamos no domingo, mas, quando o dia amanheceu chuvoso, decidimos voltar para pegar menos trânsito. O complicado é que acho que muita gente pensou o mesmo”, disse o analista de sistemas Carlos Gomes, de 29 anos.”

Ainda não havia estimativa do número de pessoas que anteciparam o retorno, mas a estrada Rio-Santos, que liga o litoral norte às rodovias dos Tamoios, Mogi-Bertioga e ao Sistema Anchieta Imigrantes, já tinha movimento intenso no meio da tarde. “Como está chovendo muito, ficar aqui não compensaria o transtorno do trânsito na volta”, disse o gerente comercial Rodrigo Ferrari, de 38 anos, que passou o réveillon com a família em Maresias e planejava voltar à capital no domingo.

A chuva também atrapalhou os planos de quem estava nos campings de São Sebastião. “Acabou com a festa, não teve mais jeito”, disse o empresário Rafael Peron, de 27 anos, que veio de Itatiba para ficar até domingo. No camping onde estava, na praia de Boiçucanga, com capacidade para 50 barracas, não ficou ninguém.

BAIXADA SANTISTA

Depois de cinco dias em Santos, o desenhista Vinícius Araujo Almeida, de 26 anos, resolveu adiantar o retorno para Indaiatuba por causa do mau tempo. “Ia voltar no sábado à tarde, mas, com essa chuva, não tem mais o que fazer aqui.”

A família da advogada Fátima Pinho, de 47 anos, de São Paulo, sempre vai para Santos no fim do ano. “A gente gosta de passar a virada na praia, de ver os fogos, mas com chuva é melhor voltar para casa”, disse. “Íamos voltar no domingo, mas quando vimos que a chuva ia continuar decidimos subir hoje (ontem). Estamos com medo do trânsito, mas se é para enfrentar, que seja logo de uma vez.”

Os piores momentos para voltar do litoral, segundo a Ecovias, são hoje a partir das 16 horas e amanhã o dia todo. No total, cerca de 500 mil veículos devem circular pelas vias até domingo, na subida do litoral.

Mais conteúdo sobre:
mau tempolitoral de SPturismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.