Mau tempo e falta de registro atrapalha eleição em NY

O movimento de eleitores brasileiros começou fraco por causa da chuva que caiu em Nova York neste domingo. São esperados 12.657 eleitores no maior colégio eleitoral brasileiro no exterior. Cerca de dois mil eleitores brasileiros votaram até as 13 horas (horário de Brasília) nas seções montadas em um colégio de Nova York pelo consulado geral. Sob chuva intensa, às 7 horas, no horário local, eleitores já formavam filas nas entradas do Colégio de Artes e Design, na Segunda Avenida, para o início da votação, programado para as 8 horas, também no horário local.A jurisdição de Nova York atende a cinco Estados - New Jersey, Pensilvânia, Connecticut, Delaware e Nova York, onde moram aproximadamente 400 mil brasileiros. A distância entre os Estados e Manhattan, onde foram montadas 35 urnas, pode explicar o baixo número de pessoas que se registraram para votar. Hoje de manhã, muitos brasileiros de passagem por Nova York tentaram exercer o seu direito com o título de eleitor, mas não conseguiram já que deveriam ter se registrado junto ao consulado em Nova York. O prazo para o registro terminou em maio.Na eleição de 2002, 45% votaram em Luis Inácio Lula da Silva (PT)e 22% em José Serra (PSDB) no primeiro turno. No segundo turno 59% dos eleitores que moram em Nova York deram seu voto a Lula e 36% optaram por Serra. Os resultados das eleições em Nova York devem ser conhecidos após às 17 horas, quando termina o horário para votar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.