Mau tempo no Rio fecha aeroportos e interdita ponte

A Ponte Rio-Niterói foi fechada por 3 minutos, por causa de rajadas de vento, que atingiram até 72 km/h

Fabiana Cimieri, da Agência Estado,

25 de dezembro de 2008 | 19h14

Os aeroportos Tom Jobim e Santos Dumont ficaram fechados por meia hora nesta quinta-feira, 25, por causa do mau tempo. O Tom Jobim ficou fechado apenas para decolagens e o Santos Dumont, para pousos e decolagens. O temporal que atingiu a cidade por volta das 16h30 também provocou alagamentos em diversos pontos e o fechamento da Ponte Rio-Niterói por três minutos, por causa de rajadas de vento, que atingiram a velocidade de até 72 km/h.   "O ar muito abafado e a presença da frente fria geram nuvens pesadas que provocam descargas elétricas, chuva forte e ventania", informa o alerta do Climatempo. Além do Estado do Rio, temporais e chuva volumosa podem ocorrer até o domingo na Zona da Mata Mineira, na Grande Belo Horizonte, no sul de Minas, no Triângulo Mineiro. Também há risco de chuva intensa no litoral norte de São Paulo, na serra da Mantiqueira, no vale do Paraíba e no norte de São Paulo.   Até o início da noite, a Secretaria Estadual de Saúde e Defesa Civil (Sesdec) não tinha um balanço atualizado das vítimas da chuva, mas, segundo a assessoria, o temporal deste dia de Natal não provocou nenhum novo incidente significativo.   Até esta quinta, os dados oficiais da Defesa Civil contabilizavam 54.775 pessoas desalojadas e 11.794 desabrigados. Houve três casos de morte, de um homem levado pela força da correnteza ao atravessar um riacho, em Cardoso Moreira, único município a ter decretado estado de calamidade pública, e duas crianças que brincavam na correnteza. As cidades mais atingidas ficam no norte e noroeste do Estado.

Tudo o que sabemos sobre:
riomau tempogaleãorio-niterói

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.