Mecânico confessa assassinato de meninas

O mecânico e piloto de caminhonete bigfoot Celso Pereira de Assis, de 34 anos, prestou novo depoimento à polícia de Americana e confessou ter matado, por asfixia, as crianças Camila, de 8 anos, e Laura, de 1 ano e meio, filhas de seus patrões, os empresários Robson Douglas Tempesta e Ana Paula Duca Tempesta, em 14 de janeiro. Assis disse que colocou meias na boca e enrolou lacres plásticos no pescoço das crianças e as trancou no banheiro. Ele já havia confirmado ser o autor dos 16 disparos que mataram o casal. Também estão detidos Fabiane dos Santos Pinheiro e Bruno Magrini Palumbo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.