Mecânico, embriagado, agride mulher e avó em SP

Embriagado, o mecânico Wellington Silva de Oliveira, de 21 anos, agrediu com pauladas a própria companheira, Márcia Mendes Rodrigues, de 19 anos, na noite desta sexta-feira, em Juquitiba, na Região Metropolitana da capital paulista. Ao tentar defendê-la, a avó, Anna Soares do Carmo, de 80 anos, foi atingida na cabeça por um golpe com uma barra de ferro. Surpreendido por policiais militares, ainda com a barra de ferra à mão, o agressor tentou enfrentá-los, mas foi dominado e autuado em flagrante na delegacia de Itapecerica da Serra.Wellington, segundo a mulher, sempre que se embriaga a espanca e também maltrata as crianças que residem com eles e a avó, na casa da Rua Nossa Senhora Aparecida, 143, no centro de Juquitiba. Uma das crianças é o filho do casal de pouco mais de um ano.Por volta das 20h00, ele chegou bêbado e irritou-se com as crianças que estavam brincando na cama, onde pretendia dormir. Quando tentou agredi-las, Márcia interveio e então Wellington, apanhando um pedaço de pau, passou a espancá-la. Na fúria pegou uma barra de ferro de 90 centímetros para matá-la, mas, impedido pela avó, acabou golpeando a octagenária na cabeça. Ela foi hospitalizada com suspeita de traumatismo craniano.O delegado Fábio Bonilha Cavaggioni, de plantão em Itapecerica da Serra, o autuou em flagrante por tentativa de homicídio, lesão corporal dolosa e resistência à prisão. Num tempo em que está em pauta o debate sobre as agressões domésticas, a prisão do mecânico pode demonstrar a intolerância por parte da polícia e o fim da impunidade àqueles que julgam natural espancar mulheres.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.