Medalha no peito salva vida de médico em assalto no Rio

Tiro disparado por criminosos resvalou na medalha e se alojou no ombro da vítima, que sobreviveu

Alessandra Saraiva, da Agência Estado,

01 Agosto 2009 | 17h32

O uso de uma medalha de anjo da guarda pode ter salvado a vida do médico Eduardo Vinícius Melhem, coordenador da Unidade de Pronto Atendimento 24 horas (UPA) de Belford Roxo, município da Baixada Fluminense. Na madrugada de sábado, quando deixava o plantão no hospital, o médico, irmão do ator Marcius Melhen, o Radesh da novela Caminho das Índias, foi abordado por criminosos, baleado e assaltado.

 

O crime ocorreu quando ele passava de carro por uma rua com quebra-molas em Belford Roxo. Ao diminuir a velocidade, os assaltantes, que estavam a pé, atiraram contra o peito do médico. O projétil resvalou na medalha e se alojou no ombro de Eduardo. Ferido, o médico foi conduzido por assaltantes até um caixa eletrônico próximo, onde foi obrigado a sacar dinheiro.

 

Os assaltantes também levaram celular e o laptop do médico, antes de abandoná-lo em um terreno baldio em Belford Roxo, com seu carro. Eduardo conseguiu guiar o veículo de volta ao UPA de Belford Roxo, onde pediu socorro. Ele foi atendido no local com primeiros socorros e transferido para o hospital Copa D'or, em Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro.

 

O quadro dele ontem era estável, segundo informações da Secretaria Estadual de Saúde. O caso foi registrado na 54ª DP (Belford Roxo) e os assaltantes ainda estão foragidos.

Mais conteúdo sobre:
assaltoviolênciario

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.