Médico acusado por morte de brasileira é suspeito de outro caso

Polícia australiana havia encontrado no início do ano corpo de jovem no luxuoso apartamento de Suresh Nair

Agência Estado,

01 de dezembro de 2009 | 12h09

A brasileira Suellen Domingues, de 22 anos, foi encontrada morta no último dia 21 em Sydney, com suspeita de overdose, segundo jornais australianos. O corpo da jovem foi localizado no apartamento do médico Suresh Nair, acusado no caso, e que também foi envolvido em outra morte de uma jovem, Victoria McIntyre, ocorrida em 16 de fevereiro. Victoria foi encontrada morta no mesmo apartamento, no início do ano.

 

Na semana passada, Nair foi formalmente acusado por fornecer medicamentos a Suellen, informa o jornal australiano Daily Telegraph em seu site. De acordo com essa publicação, suspeita-se que a brasileira morreu por overdose de cocaína. Autoridades, porém, ainda não divulgaram a causa da morte.

 

O Sydney Morning Herald afirma que Nair, de 41 anos, foi suspenso pelo conselho médico australiano após a divulgação do novo caso. É a terceira suspensão do médico desde 2004, informa este diário.

 

O Morning Herald afirma que a polícia local investiga os motivos de a estudante, que viajou do Brasil até Sydney para estudar, ter sido a segunda jovem a morrer no mesmo ano na luxuosa residência do médico.

Tudo o que sabemos sobre:
mortebrasileiraAustrália

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.