Médico de 82 anos é encontrado morto na zona leste de SP

Agentes do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) tentam esclarecer a morte do médico Alberto Fonseca Santana, de 82 anos. O octogenário foi encontrado morto à 1h15 desta madrugada dentro de sua casa, na Avenida São Miguel, em São Miguel Paulista, na zona leste da capital paulista. Policiais militares chegaram até a residência através de uma denúncia anônima sobre pessoas estranhas dentro do imóvel. Os PMs foram até a casa e, como ninguém atendia, resolveram entrar.Alberto era uma pessoa conhecida no bairro onde residia. A polícia acredita que ele deve ter sido assaltado e morto há cerca de 5 dias em razão do estado avançado de decomposição em que estava o corpo. O corpo do médico apresentava sinais de agressão física e outros de que ele tenha sido amarrado. Ainda não se sabe o que foi roubado de dentro da casa, o que deverá ser esclarecido por parentes de Alberto. Nenhuma queixa havia sido dada até o momento. O caso foi registrado no 22º Distrito Policial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.