Médico diz que dará prosseguimento a teste de paternidade

O médico Ricardo Goulart diz que novas análises serão feitas nas próximas semanas, para dar uma resposta conclusiva a Lia Martins e aos irmãos do guerrilheiro Raul. Goulart relata que, nos exames, conseguiu isolar o DNA dos pais biológicos de Lia. Ou seja, separou o que é herança proveniente do homem e da mulher. Mas, para tornar o exame mais conclusivo, seria necessário obter amostras de sangue, cabelo ou mesmo ossos da mãe biológica de Lia, cujo paradeiro ou sobrevida são desconhecidos.

Leonencio Nossa, O Estado de S.Paulo

30 Abril 2011 | 00h00

Goulart diz que, até agora, só foi possível liberar um laudo parcial. "Não liberamos o laudo conclusivo. Temos uma postura conservadora, para não liberar exames errados. Fizemos a reconstituição do perfil genético do suposto pai, por meio de amostras de sangue de irmãos. Se ela tivesse uma mãe, seria de grande valia", disse. "O resultado foi aquém do satisfatório."

Agora, a família vai exigir uma contraprova do Estado, que em 1995 assumiu a responsabilidade pela morte de Raul e de outros 67 guerrilheiros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.