Médico é confundido com bandido e leva tiro nas nádegas

O médico-residente Marcos Alves Bavioni, de 23 anos, foi confundido com um assaltante e, por engano, levou um tiro nas nádegas, disparado por um PM, no final da madrugada desta sexta-feira, no bairro Sumarezinho, em Ribeirão Preto, 314 quilômetros ao norte de São Paulo.Ele estava indo para casa, após uma festa. Dois PMs, que acabavam de sair do serviço, mas ainda estavam fardados, o perseguiram por causa da desconfiança de um comerciante de que um bandido estaria furtando o seu estabelecimento. O médico não corre risco de morte.A PM abriu inquérito para apurar o caso e o soldado continua trabalhando normalmente, mas passará por avaliação psicológica. A suspeita dos PMs, que iam para casa, às 4 horas, recaiu sobre Bavioni, pois o médico-residente andava com rapidez.Os PMs o abordaram, à distância, pedindo que parasse. Mas Bavioni acelerou o passo, pensando que ambos eram assaltantes. Com o movimento brusco de Bavioni, um dos soldados, Luís Fabiano Pignata, de 25 anos, atirou, atingindo as nádegas do médico, que foi atendido na Unidade de Emergência do Hospital das Clínicas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.