Polícia Civil do Rio Grande do Sul
Polícia Civil do Rio Grande do Sul

Médico é preso em flagrante por abuso sexual de paciente grávida em UPA no RS

Profissional já havia sido denunciado pelo mesmo crime em outra cidade

Luciano Nagel, especial para O Estado

20 Abril 2018 | 14h40

PORTO ALEGRE - O médico Valmir Venâncio Silva, de 34 anos, foi detido por policiais militares, suspeito de abusar sexualmente de uma paciente que buscava atendimento em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em São Leopoldo, na região do Vale dos Sinos. A ação ocorreu na noite de quarta-feira feira, 18, e foi divulgada pela Polícia Civil na quinta-feira, 19.

De acordo com o titular da 2ª Delegacia de Polícia de São Leopoldo, delegado Rodrigo Zucco, uma mulher grávida procurou atendimento na UPA do bairro Scharlau com queixas de dor de estômago. No momento da consulta, o médico teria pedido para a paciente tirar a roupa e ficar de frente para a porta, que estaria fechada. Dentro do consultório, o homem teria tocado nas partes íntimas da gestante que, ao sair da unidade de saúde, chamou a polícia. 

+++ Polícia investiga sequestro de médico em UPA para acompanhar transferência de baleado

"A prisão deste médico ocorreu em flagrante, mas ele já foi denunciado outras três vezes pelo mesmo crime lá em Caxias do Sul, na serra gaúcha. Naquela ocasião, foram instaurados inquéritos para apurar os fatos", explicou o delegado Zucco.  O suspeito nega que teria abusado das pacientes.

+++ Médicos Sem Fronteiras admite 24 casos de assédio ou abuso sexual em 2017

A direção do Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul (Cremers) vai instaurar uma sindicância para apurar a denúncia. O advogado do médico, Régis Eduardo Krause, disse que não vai se manifestar sobre o inquérito. "Estamos tomando todas as providências legais no que constitui a defesa, mas no momento não vamos nos manifestar porque o caso está sob investigação", afirmou. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.