Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Médico é preso por atentado ao pudor em Ribeirão Preto

A polícia prendeu em flagrante, na manhã deste sábado, o médico Márcio Alexandre Bonagamba, 41 anos, acusado de atentado violento ao pudor. Na casa do médico, no bairro Sumarezinho, estavam dois menores, um de 12 e outro de 15 anos. A polícia também encontrou na residência caixas de preservativos, e fitas de vídeo pornográfico. Segundo o delegado Fernando Gonçalves de Oliveira, o médico chegou a confessar que havia praticado sexo com os garotos, mas depois, orientado por advogado, acabou negando a prática. Mesmo assim foi lavrado o flagrante. "É um crime hediondo o correto é prender em flagrante", disse o delegado. "Ele disse que se encontrou com os meninos para adquirir crack, mas que eles o fizeram cheirar (na verdade, fumar) sabão, como se fosse a droga. Depois ele passou filmes pornográficos praticou os atos sexuais com os meninos e se masturbando na frente deles", afirmou o delegado.De acordo com Oliveira, a polícia chegou ao local porque o médicoteria oferecido R$ 50 aos meninos e não pagou. "Então eles começaram a pedir socorro e os vizinhos chamaram a polícia", disse. O delegado também informou que ele confessou ser viciado em cack. Os materiais pornográficos encontrados na casa foram apreendidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.