Médico é preso por matar 19 crianças

Foragido desde 2005, após condenação a 77 anos de prisão por coautoria dos crimes de tortura, mutilação e morte de 19 crianças em Altamira, entre 1989 e 1993, o médico Anísio Ferreira de Souza foi transferido ontem para um presídio de Belém. Ele foi capturado em Imperatriz (MA). De acordo com denúncia do Ministério Público, o médico de 67 anos participou dos crimes contra crianças e jovens - de 8 e 14 anos -, que tiveram órgãos sexuais retirados para rituais de magia negra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.