Médico seqüestrado é libertado em São Paulo

Depois de quatro dias seqüestrado, o médico Ronald Andrade de Souza, de 45 anos, foi libertado na manhã de hoje, na Avenida das Nações Unidas, em São Paulo. Ele foi seqüestrado na noite de quarta-feira, após deixar os filhos em um shopping de Jundiaí. Segundo a polícia, o médico foi libertado após o pagamento do resgate e passa bem. Ronald teria sido mantido num barraco e a polícia suspeita que o cativeiro ficava na Zona Sul da capital, de onde partiram as ligações dos bandidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.