Médicos detectam cem casos de câncer de pele em Brasília

Cem casos de câncer de pele foram diagnosticados hoje em Brasília, no estande montado na Esplanada dos Ministérios para a Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer de Pele. Também foram descobertos cinco pacientes com melanoma - o estágio mais grave da doença. Todos eles seguiram para o Hospital Universitário de Brasília (HUB) para cirurgia.Sob um calor de 23 graus, mais de duas mil pessoas enfrentaram filas durante todo o dia em busca de uma consulta gratuita que não durou mais de dez minutos.Residente em Brasília, o médico capixaba Gilvan Alves, integrante da Sociedade Brasileira de Dermatologia e mestre em dermatologia pela Universidade de Londres, disse que a cada ano aumenta o nível de conscientização dos brasileiros em relação ao câncer de pele. Mas ainda há muito a ser feito.Para 2005, ele trabalha com uma estimativa indicando que, dos 500 mil casos de câncer que surgirão no Brasil, 136 mil serão de pele - "o mais comum". Dos 100 casos diagnosticados hoje na Esplanada dos Ministérios, 60% eram de homens e 40% de mulheres.Para muitos dermatologistas, os homens não conferem à doença a mesma importância dada pelas mulheres que "usam mais cremes protetores" para ir à praia ou mesmo caminhar nas cidades.Como o próximo verão começa no próximo dia 21, a campanha pretende exatamente alertar quanto aos riscos oferecidos pela demasiada exposição ao sol.Os resultados preliminares da campanha são animadores. Segundo o médico Gilvan Alves, no ano passado em Brasília 668 pessoas passaram pelo estande. "Este ano, duas mil, o que mostra o sucesso da iniciativa" ressalta. Menos de 20% dos brasileiros usam filtros solares e como faltam apenas 17 dias para o início do verão a campanha superou as expectativas. Os números finais serão divulgados pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) na próxima quinta-feira.Leia mais sobre a campanha e os riscos do câncer de pele no site www.sbd.org.br.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.