Megaoperação contra maconha prende 19 no Nordeste

A Polícia Federal prendeu 19 pessoas e destruiu 6 mil pés de maconha no município de Santa Maria da Boa Vista, no sertão pernambucano, neste final de semana, dentro da Operação Fulgêncio, de combate ao tráfico de drogas e de armas. A ação envolveu 110 agentes de Pernambuco, Bahia, Sergipe e Brasília e teve o apoio de patrulheiros da Polícia Rodoviária Federal e de policiais militares pernambucanos. Um helicóptero ajudou na localização dos plantios. Também foram apreendidos cinco quilos de maconha pronta para consumo, três quilos de sementes da erva, 10 espingardas, 14 revólveres, quatro pistolas e mais de 2 mil cartuchos de diversos calibres. De acordo com a PF, na área foco da operação vive parte das 40 mil famílias desalojadas pela construção da Usina de Itaparica, em 1987, e que tiveram direito a 10 hectares cada uma no Projeto Caraíbas - hoje Projeto Fulgêncio - para plantio de lavoura. A maconha vinha sendo alternativa de cultivo no local. Das 19 prisões efetuadas, oito tinham mandado de prisão. Entre eles, um vereador local e um soldado da PM. Nove do total de detidos foram liberados depois de prestarem depoimento porque seus crimes eram afiançáveis. Eles portavam ilegalmente armas regularizadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.