AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Megarrebelião em 14 penitenciárias deixa ao menos 80 reféns

Catorze penitenciárias do Estado de São Paulo estão rebeladas neste sábado, 13, numa ação coordenada pela facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), que realizou uma série de ataques a delegacias e policias paulistas entre a noite de sexta-feira, 12, e a manhã de hoje, que deixaram pelo menos 32 mortos. O presos das unidades de Ribeirão Preto, Avaré, Iaras, Pirajuí, Araraquara, Flórida Paulista, Lucélia, Lavínia, Mogi das Cruzes, Suzano, Marabá Paulista, Guareí, Campinas, Diadema, no interior de São Paulo, estão rebelados desde o fim desta manhã. Pelo menos 80 pessoas estão sendo mantidas reféns, segundo informações da Secretaria de Administração Penitenciária (SPA). Nas unidades de Avaré e Iaras, há 12 pessoas sob poder dos presos em cada uma. Em Ribeirão Preto, há nove reféns; em Pirajuí, 10, em Mogi das Cruzes, 6; em Lucélia, 8; em Lavínia, 1; em Marabá, 13; e em Diadema, 9. Nos CDPs de Suzano, Araraquara, Guareí, Campinas e Flórida Paulista ainda não há número certo de reféns. Segundo a SPA, não há feridos nas penitenciárias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.