Membro do PCC morre após ataque a base da PM em Rio Preto

Mais uma vez uma base da Polícia Militar foi alvo de atiradores no Estado de São Paulo; mas, desta vez, os bandidos, um deles membro da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), se deram mal e morreram na troca de tiros com a PM. O ataque ocorreu por volta da 1h da madrugada desta quarta-feira contra o posto da 1ª Companhia do 17º Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPM/I), localizado na Rua Josefina Reis de Assunção, no bairro Santo Antonio, em SãoJosé do Rio Preto, região Noroeste do Estado.Armados com revólveres calibres 32 e 38mm, os bandidos, que ocupavam uma moto Yamaha DT-200cc, reduziram a velocidade ao passar em frente à base da PM e atiraram, atingindo apenas as paredes do prédio. No momento do ataque, havia 3 policiaismilitares dentro do posto; nenhum deles ficou ferido.Policiais militares da Força Tática (8ª Companhia) faziam patrulhamento na região e presenciaram a ação da dupla, que foi perseguida. Um dos bandidos conseguiu acertar um dos vidros da viatura da Força, mas os criminosos acabaram cercados pela PM em uma rua do Parque da Cidadania, bairro vizinho.Na troca de tiros com policiais militares da Companhia atacada, que chegaram em apoio aos colegas da Força Tática, os dois bandidos foram baleados. Eles morreram na Santa Casa da cidade. Um deles tinha uma tatuagem do PCC nas costas. Os bandidos não portavam documentos e ainda não foram identificados. O caso está sendo registrado no plantão policial da Delegacia Central de São José do Rio Preto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.