Membros da quadrilha de Andinho são transferidos

Vários policiais estão em frente da sede do Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denarc), na região central de São Paulo, pois o seqüestrador Andinho, o mais procurado em todo o Estado, e pelo menos três integrantes de sua quadrilha continuam presos na sede do órgão. Outros dois participantes do bando foram transferidos esta manhã para o Cadeião de Pinheiros, zona oeste da cidade.Os criminosos devem ser apresentados hoje, a partir das 10h30. Com essas prisões, a polícia de São Paulo acredita que chegou a uma das maiores quadrilhas de seqüestradores em todo Estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.