Membros do PCC morrem em confronto com a PM

Dois integrantes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) foram mortos às 21h30 de ontem, após furarem um bloqueio de policiais militares na zona oeste de São Paulo. O bloqueio na Avenida Eliseu de Almeida, no Rio Pequeno, ocorreu porque a polícia recebeu uma denúncia de que assaltantes de banco iriam passar em 3 veículos pela avenida.Um Renault Clio, um Monza e um Santana furaram o bloqueio e teve início a perseguição. Depois de um quilômetro, na mesma avenida, os policiais alcançaram e cercaram o Santana, com dois ocupantes. Claudivan Lourenço, 24, e Silvio Daguano, 34, armados com uma pistola 9mm e um revólver calibre 45, desceram do veículo e começaram a atirar contra os policiais, que revidaram.A dupla foi baleada e morreu enquanto eram socorridos no pronto-socorro do Hospital Bandeirantes, na Rodovia Raposo Tavares. Os cinco assaltantes que estavam nos outros dois carros conseguiram fugir. Claudivan e Silvio estavam entre os 102 presos que escaparam da Penitenciária do Estado, no Complexo do Carandiru, no dia 26 de novembro passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.