Mendes nega liberdade a homem que matou 3

O ministro Gilmar Mendes, do STF, decidiu anteontem arquivar o pedido de habeas corpus em favor do professor de educação física Paulo César Timponi. Ele foi preso no dia 10 de abril, acusado de causar um acidente na Ponte JK, em Brasília e provocar a morte de três mulheres. O presidente do Supremo alega que um outro pedido de habeas corpus já havia sido negado anteriormente pelo ministro Joaquim Barbosa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.