Menina de 2 anos morre no PR por causa de lesão na cabeça

Polícia de Colombo acredita que garota tenha sido agredida em casa; pais foram presos, mas negam crime

Fabiana Marchezi, estadao.com.br

04 de julho de 2008 | 19h34

Uma menina de 2 anos morreu, na noite de quinta-feira, 3, após ser espancada dentro de casa, no município de Colombo, interior do Paraná. A. O. P. chegou a ser levada para um pronto-socorro da cidade, mas não resistiu aos ferimentos. De acordo com a delegada titular do Distrito Policial de Alto Maracanã, Marcia Marcondes, o corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) e um laudo atesta que a causa da morte foi uma grave lesão na cabeça, provocada por espancamento. A mãe da criança, Janete Aparecida Obrach, de 33 anos, e o padrasto, José Carlos da Silva, de 34, prestaram depoimento nesta sexta-feira, 4, e negaram o crime. Porém, os dois assumiram que usavam castigos para educar a menina. Eles foram autuados em flagrante. Segundo a delegada, os médicos encontraram diversos ferimentos espalhados pelo corpo de Amanda. A mãe da menina está presa na Delegacia de Quatro Barras e o padrasto foi levado para o Centro de Triagem 2, em Piraquara.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.