Menina de 4 anos é morta em matagal no litoral de SC

Homem de cerca de 23 anos teria confessado o crime; segundo a polícia, ele agiu sob o efeito de crack

Solange Spigliatti, estadao.com.br

20 Setembro 2007 | 18h07

Uma menina, de 4 anos, foi morta em um matagal no balneário Piçarras, no litoral de Santa Catarina, na tarde desta quarta-feira, 19. Os pais já haviam notificado o desaparecimento da criança um dia antes. De acordo com informações da polícia, um catador de papelão, vizinho da família, confessou o crime e foi preso em flagrante.   Segundo a polícia, Vanderlei Farias Leal, de aproximadamente 23 anos, é viciado em crack e disse em depoimento que estaria sob o efeito da droga no momento em que pegou a menina. Ele mesmo procurou a polícia informando sobre o corpo no matagal e acabou confessando o crime.   Vanderlei teria levado a garota até o matagal, distante cerca de 500 metros da residência da família, no bairro Norte do Balneário de Piçarras, e a asfixiou até a morte. O laudo do Instituto de Medicina Legal deve ficar pronto em dez dias e há a suspeita de violência sexual.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.