Menina de 4 anos é morta no colo da mãe em Cabo Frio

Dois homens em uma moto fizeram disparos na direção de um grupo de moradores e atingiram mãe e filha que saíam de igreja na noite de quarta

Thaise Constancio, O Estado de S. Paulo

15 de novembro de 2013 | 09h56

RIO - Uma menina de 4 anos foi morta no colo da mãe quando elas saíam da igreja em Cabo Frio, na Região dos Lagos. O crime aconteceu na noite de quarta-feira, 13, quando Anny Vitória de Souza e a mãe, Nayane dos Santos Paixão, 24 anos, voltavam para casa no bairro Jardim Esperança.

Dois homens em uma moto fizeram disparos na direção de um grupo de moradores que passava pelo local. Anny teve fígado, rim e baço perfurados e Nayane levou um tiro no braço. Outros dois homens também foram atingidos.

As vítimas foram levadas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Parque Burle e depois transferidas para o Hospital São José Operário, no bairro São Cristóvão. Apesar de ter sido internada por volta das 21h, Anny só foi operada de madrugada e não resistiu aos ferimentos e à perda de sangue.

A menina foi enterrada na quinta-feira, 14. Moradores do Jardim Esperança fizeram protesto e queimaram pneus no local do crime. No mesmo dia, o comandante do 25º Batalhão de Polícia Militar (Cabo Frio), tenente-coronel Samir Vaz Lima, ordenou a ocupação das comunidades Boca do Mato, Itajuru, Ponta do Ambrósio e Valão em resposta à ação violenta dos bandidos que culminaram com a morte de Anny Vitória.

De acordo com o comandante, os crimes estão relacionados com disputas entre facções rivais que tentam controlar o tráfico na cidade. A 126ª Delegacia de Polícia (Cabo Frio) informou que os autores já foram identificados, indiciados e tiveram a prisão pedida à Justiça.

Tudo o que sabemos sobre:
ViolênciaRio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.