Menina de 8 anos é raptada de escola de Sorocaba

A menina Taís Marques, de 8 anos, foi raptada há cinco dias da Escola Municipal Professor Irineu Leister, em Sorocaba, no interior do estado de São Paulo. A principal suspeita é a mãe biológica da garota, que desde os dois anos vive com pais adotivos.O caso só foi divulgado nesta quarta-feira pela Polícia Civil, que continua sem saber o paradeiro da menor. Segundo a mãe adotiva, Sueli Marques, ela deixou a menina na escola e, quando foi buscá-la, soube que Taís havia sido levada por duas mulheres.Uma delas tinha se apresentado como a mãe da garota. Os funcionários ficaram confusos e acabaram permitindo a saída da menor. Sueli procurou a polícia. Ela disse que a mãe biológica perdeu a guarda da filha.Segundo a Delegacia de Defesa da Mulher, a garota pode ter sido levada para Curitiba, onde reside a família da mãe. A secretária municipal de Educação, Sheila Bovo, informou que abrirá sindicância para apurar em que circunstâncias a menina foi entregue para pessoa não-autorizada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.