Menina desaparecida é encontrada morta

Desde o início da noite, policiais militaresestão em um terreno baldio, à Rua Yoshio Matsumara, no Jardim Novo Horizonte, região sul da capital, onde foi encontrado o cadáver de Débora Ferreira Leal, de quatro anos, que estava desaparecida desde o último dia 14. O tio da menina, João Marcos Pereira Teles, de 34 anos, foi detido ainda na noite de quarta, acusado de matar a sobrinha por estrangulamento. Ao ser questionado sobre os motivos do crime, Teles disse que cometeu o assassinato porque quis.A polícia foi acionada por um telefonema ao Copom (Centro de Operações da Polícia Militar), feito pelo morador da casa ao lado de um matagal. A testemunha viu Teles chegar ao lugar com uma enxada em uma das mãos e um saco na outra. Ao perceber que poderia ser parte de um braço humano o que escapava por uma abertura no saco plástico, o morador indagou o criminoso sobre o que fazia no local. O rapaz disse que iria enterrar um cachorro. Desconfiada, a testemunha acionou a PM. Detido, o tio confessou o crime. Teles é cunhado do pai de Débora, que morava somente com o pai depois que a mãe morreu, há um ano e meio. O corpo da garota só será retirado do terreno após o amanhecer, para facilitar o trabalho de perícia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.