Menina é atingida por bala perdida dentro de casa em Salvador

Disparo foi feito por policiais, segundo testemunhas, durante um tiroteio com traficantes na Favela Polêmica

Tiago Décimo, O Estado de S.Paulo

04 de abril de 2009 | 20h31

Um tiroteio entre policiais e supostos traficantes na manhã deste sábado, 4, deixou uma menina de 12 anos gravemente ferida, no bairro de Brotas, em Salvador. Ela foi atingida por uma bala perdida no abdome, quando assistia TV na sala de casa, no mesmo quarteirão onde houve a troca de tiros, na Favela da Polêmica. Transferida para o Hospital Geral do Estado (HGE), ela foi encaminhada para o Centro Cirúrgico, onde passou por operação para retirar o projétil.

 

De acordo com testemunhas, o tiro que atingiu a menina foi disparado por um grupo de quatro policiais. Eles estariam tentando atingir dois supostos traficantes em fuga. A bala atravessou o portão de ferro e a porta da casa antes de atingir a adolescente.

 

Segundo o comando da PM, foram os próprios policiais que socorreram a garota, depois de ouvir o choro dela. Uma vizinha, que ajudava a tomar conta da garota - a mãe estava trabalhando -, ajudou no socorro. Identificada como Regina de Jesus, a vizinha acompanhou a garota dentro da viatura policial até o HGE.

 

O comando da PM instaurou inquérito para investigar o caso e vai periciar a casa e o veículo da polícia, que também teria sido atingido por um tiro, disparado pelos criminosos, que conseguiram fugir. Até o início da noite, o estado de saúde da menina era considerado grave.

Tudo o que sabemos sobre:
tiroteioSalvadorviolênciaBApolícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.