Menino de 10 anos levava na mochila granada e drogas

Um menino com cerca de dez anos de idade foi preso nesta quinta-feira no morro do Vidigal, na zona sul, com uma mochila contendo uma granada, duas pistolas de brinquedo, dois rojões, maconha e grande quantidade de material para embalar droga. A polícia acredita que ele tenha sido recrutado pelos traficantes para avisar da chegada da Polícia. O garoto, detido no Largo do Santinho por volta do meio-dia, estava com um rojão na mão. Na mochila que carregava, havia embalagens para cocaína vendida a R$ 8 com a inscrição ?Vem cheirar o pó bom do Vidigal?. O menino foi levado para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) e ouvido por uma conselheira tutelar do município. O delegado Rivaldo Junior contou que ele admitiu que já trabalhou para traficantes, mas depois negou a informação. Contou que tem pai e mãe, mas não revelou precisamente em que local da favela do Vidigal mora. O menino disse ter dez anos, mas, como não foram encontradosdocumentos seus ou algum parente que atestasse sua idade, ele será submetido a um exame para saber se ele pode ser preso. Se tiver mais de doze anos, ficará detido; se for mais novo, será encaminhado a um abrigo do município, que é aberto. Nesse caso, será considerado vítima e não autor de uma infração, explicou o delegado. ?De qualquer forma, ele é vítima de um contexto maior. Isso é uma mostra da petulância do tráfico?, disse Rivaldo Junior.O delegado contou que não é raro aparecerem na DPCA casos envolvendo criminosos muito jovens, embora a idade média de recrutamento pelos bandidos gire em torno dos quinze anos. Rivaldo Junior disse que esses garotos têm sido cada vez mais utilizados pelo tráfico pelo fato de os menores de doze anos não serem punidos. Alguns têm família, mas os pais não têm tempo de cuidar deles por precisarem trabalhar. ?A solução é acolher essas crianças e lhes dar educação? acredita.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.