Menino de 10 anos morre ao brincar com espingarda da mãe

Um menino de 10 anos morreu em Mairinque, região de Sorocaba, interior de São Paulo, quando brincava com uma espingarda calibre 32 que a mãe guardava no armário. A bala disparada pela arma entrou pela barriga e acabou se alojando no coração, provocando sua morte. Ele morava com a mãe num bairro pobre da cidade. Ela estava trabalhando quando a criança pegou a espingarda escondida em casa. A mulher contou à polícia que, há quatro anos, ganhou a arma de um amigo, segundo ela, ´para se sentir mais segura´, pois não tem marido. Afirmou ainda ter ficado surpresa quando soube pelos amigos que o menino sempre brincava com a espingarda. A distância entre a boca do cano e o gatilho - 65 centímetros - é maior do que o braço da criança. Depois de pagar fiança de R$ 20, a mãe foi liberada e se confessou arrependida em possuir arma dentro de casa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.