Menino de 12 anos detido pela 8ª vez

F. foi pego de novo roubando carro na zona sul de SP

O Estadao de S.Paulo

24 Outubro 2008 | 00h00

O menino F., de 12 anos, que ficou conhecido em agosto por furtar carros, foi detido ontem pela oitava vez. No início da tarde, policiais militares o viram ao volante de um Monza verde, ano 1993, seguindo em alta velocidade pela Avenida Nossa Senhora do Sabará, no Jardim Sabará, na zona sul. O garoto furou um sinal vermelho e só parou quando o capô do carro abriu, o que fez com que batesse o veículo. O menino não ficou ferido. Com o garoto foram encontrados uma chave mixa (instrumento utilizado para abrir fechaduras), um CD player e um amplificador. Ele foi encaminhado ao 80º Distrito Policial, na Vila Joaniza. Depois, seguiu para a Vara da Infância e Juventude. Os pais do garoto devem comparecer hoje ao fórum para conversar com o juiz. Segundo a PM, a mãe do menino se "disse cansada e infeliz de viver de novo essa situação". Da última vez em que foi detido, o garoto foi levado para um abrigo por ordem da Vara da Infância e da Juventude. Como completou 12 anos em setembro, o menino agora pode ser levado para a Fundação Casa. SINAL VERMELHO Era cerca de meio-dia de ontem quando policiais militares do 22º Batalhão viram o Monza passar em alta velocidade. Os PMs deram sinal para que ele parasse. Mas o menino não obedeceu e acelerou mais. Ao entrar na Rua Joaquim Neves Monteiro, o capô do veículo abriu, impedindo a visibilidade. O menino acabou batendo contra a porta de aço de uma empresa. Apesar do impacto da batida, o garoto nada sofreu. O carro foi apreendido e levado para o pátio da delegacia. O veículo só será liberado depois que o proprietário apresentar os documentos. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o dono do carro, um pedreiro de 29 anos - que não teve o nome revelado -, contou que, na noite de terça-feira, estacionou o Monza na Avenida Dona Belmira Marin. Quando retornou, pela manhã, "o veículo não estava mais lá". Somente no mês de agosto, o menino foi detido três vezes por furtar carros. Ele já havia cometido o mesmo crime em outubro do ano passado e em abril deste ano. As outras detenções foram por furto e arrombamento de loja, em junho, e por desacato à autoridade e atentado ao pudor, também em agosto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.