Menino de 2 anos é abandonado em rodovia baiana

Mulher foi ao Conselho Tutelar com uma carteira de vacinação, dizendo ser tia do menino

Tiago Décimo, O Estado de S.Paulo

12 de junho de 2008 | 15h32

Um menino de 2 anos foi abandonado, na tarde de quarta-feira, 11, na margem da BR-415, entre os municípios de Itabuna e Itapé no interior baiano, a cerca de 450 quilômetros ao sul de Salvador. Segundo testemunhas, a criança foi empurrada para fora de um carro, de cor azul, que estava parado no acostamento e arrancou em seguida. De acordo com a promotora da Infância e Juventude de Itabuna, Maria Pilar Cerqueira, que acompanha o caso, uma das testemunhas, a dona de casa Jacilda Santos Nery, pegou a criança, levou para casa, deu banho e entregou a agentes do posto da Polícia Rodoviária localizado perto de sua casa. O menino foi encaminhado ao Conselho Tutelar do município. "De acordo com a testemunha, houve perigo iminente de o menino ser atropelado", diz Maria. A criança dormiu em um orfanato. Na manhã desta quinta-feira, 12, uma mulher, identificada como Daiane Souza de Jesus, foi ao Conselho Tutelar de Itabuna e se apresentou como tia da criança, por parte de mãe. Ela levou um cartão de vacinação de um menino de 2 anos, chamado Alan Júnior Oliveira dos Santos, para tentar comprovar o parentesco. Disse que a irmã não é vista desde a tarde de quarta-feira, quando pegou o filho em casa e saiu, sem dizer aonde ia.  O Juizado da Infância e da Juventude do município e a Polícia Civil investigam o caso. De acordo com a promotora, os responsáveis pela criança podem ser indiciados por abandono de incapaz e, até, por tentativa de crime contra a vida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.