Menino de 9 anos mata o irmão de 4

Com requintes de crueldade, o garoto de iniciais A.S., de 9 anos, matou o irmão R.C.A.S., de 4 anos, na zona rural de Eunápolis, a 640 quilômetros da capital baiana. O crime, que ocorreu em março, foi desvendado nesta quinta-feira com a confissão do menino.A.S. disse que matou o irmão porque este quebrou uma caneta hidrocor. A .S. jogou o óleo diesel de um candeeiro da casa em cima do irmão e tocou fogo. O garoto saiu correndo de casa tentando apagar o fogo.Num terreno próximo à casa, A.S. ainda assustou o irmão, dizendo que uma vaca de que ele tinha medo estava solta. Quando o garotinho caiu, A .S. que o perseguia, atingiu a cabeça dele com um pilão de café e só parou quando percebeu que o menino estava morto.A.S. ainda teve o sangue-frio de esconder o corpo e não intervir quando a polícia suspeitou durante algum tempo de que o culpado era o avô dos dois, Jerônimo Souza, de 65 anos. Na conversa com os policiais após confessar o crime, A.S. disse se espelhar num primo, que, segundo ele, também teria assassinado um menino. E ameaçou repetir o ato no futuro. O garoto foi encaminhado para o Juizado de Menores em Salvador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.