Menino de seis anos atacado por Pit Bull

Lucas Freisleben Azevedo, de apenas seis anos de idade, foi vítima de ataque de um cão da raça Pit Bull, no início da noite de ontem, no bairro do Morumbi, zona sul. Ele foi submetido a uma cirurgia que durou cerca de quatro horas, no Hospital Albert Einstein. Segundo os médicos, a criança não corre risco de morrer, mas seu estado inspira cuidados.Lucas estava na companhia do irmão Gustavo, de 12 anos. Ambos retornavam da casa de um tio. Os dois garotos estavam na Rua Eng. Guimarães Valadão, quando o engenheiro Gustavo Claudio Gerbara, de 28 anos, chegou em seu veículo e abriu o portão de casa. Ao perceber que o Pit Bull "Troi", estava escapando, ele ainda tentou fechar o portão e conseguiu prensá-lo, mas o animal se desvencilhou e correu para a rua, avançando contra Lucas e mordendo o menino na cabeça, peito e nas pernas.Chamado pelo engenheiro, "Troi" largou a criança que já estava bastante ferida. Enquanto o cachorro era trancado de volta em casa, uma vizinha socorreu Lucas e o levou ao hospital Albert Einstein. O proprietário do animal também compareceu ao hospital e se responsabilizou por todas as despesas. O inquérito foi instaurado no 34º Distrito Policial de Vila Sônia, onde o delegado Luiz Ozilak indiciou o engenheiro por "omissão na guarda de animal" e " lesão corporal culposa".

Agencia Estado,

28 de dezembro de 2004 | 06h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.