Menino morre após ser atingido por bala perdida em posto de saúde no Rio

Garoto de 13 anos estava no Centro de Saúde de Duque de Caxias acompanhando sua avó

Talita Figueiredo, O Estado de S. Paulo

14 de setembro de 2010 | 15h10

RIO - Um garoto de 13 anos morreu depois de ser atingido por uma bala perdida quando acompanhava sua avó em um posto de saúde em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, na tarde de segunda-feira. Mateus Queiroz foi atingido na cabeça quando se dirigia a uma lata de lixo jogar fora a casca de uma banana que comera. Ninguém ouviu, no local, o barulho do tiro e não há suspeitas, ainda, de onde ele partiu.

 

O menino caiu no chão inconsciente e, a princípio, segundo a assessoria de imprensa do município, os médicos do Centro Municipal de Saúde onde ele estava acharam que ele havia escorregado e batido a cabeça. Só foi constatado que ele foi atingido por uma bala perdida depois de ele chegar ao Hospital Municipal Dr. Moacyr Rodrigues do Carmo, na Rodovia Washington Luiz.

 

Os médicos acharam estranho o sangramento constante de seu crânio e tiraram uma radiografia de sua cabeça, identificando a bala alojada em seu pescoço. Mateus teve morte cerebral decretada e morreu no fim da tarde de segunda.

 

Texto atualizado às 17h43.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.