Menino morre durante tiroteio em favela do Rio

Soldados do 16º Batalhão da Polícia Militar ocupam, desde a manhã de hoje, o Complexo do Alemão, na zona norte do Rio, e trocam tiros com traficantes. No tiroteio, o menino Marcelo Apolinário Nunes, de 11 anos, morreu após levar um tiro na cabeça. Segundo testemunhas, Marcelo brincava na porta de casa quando policiais chegaram atirando. O pai do garoto, o auxiliar de serviços gerais Reginaldo Ricardo de Lima, de 44 anos, estava trabalhando numa escola próxima à favela, quando foi avisado da morte do filho.O clima é tenso na favela. O Complexo do Alemão é dominado pela quadrilha do traficante Márcio Nepomuceno, o Marcinho VP, um dos líderes da facção criminosa Comando Vermelho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.