Menor acusada assassinar jornalista ficará 3 anos internada

A menor J.O.S., de 13 anos, ficará em internação permanente durante os três próximos anos, de acordo com a sentença do juiz da 4ª Vara Judiciária e do Juri de Praia Grande, Wilson JulioZanluqui, que respondeu no mês passado pela Vara da Infância. J.O.S. confessou ter colaborado com o taxista Claudionor Almeida de Souza, de 54 anos, na morte da jornalista Sueli Jacinto, de 42 anos. O crime ocorreu em Praia Grande em dezembro, no mesmo dia em que Caudionor e Sueli secasaram na capital.J.O.S. deverá cumprir a pena no S.O.S. Criança da Febem, na Capital, e o período máximo é de três anos, devendo passar por avaliação periódica. Já o taxista Claudionor Almeida de Souza está preso no Centro de Detenção Provisória de São Vicente e o inquérito policial que apurou o assassinato de sua mulher, Sueli Jacinto, está em fase de conclusão. Souza deverá ser indiciado por homicídio triplamente qualificado: motivo torpe, utilização demeio cruel e de método que dificultou a defesa da vítima.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.