Menor espancado e apreendido após roubo é liberado e invade ônibus

Depois de roubar o colar de uma mulher e de apanhar de populares, garoto foi levado à Delegacia de Proteção à Criança e liberado

Sérgio Torres, O Estado de S. Paulo

19 Dezembro 2013 | 13h36

RIO - O menino espancado de manhã no centro por ter sido flagrado roubando o colar de uma mulher já está de volta à Avenida Rio Branco. Minutos atrás, ele, acompanhado de pelo menos cinco garotos de rua, invadiu um ônibus e, em seguida, ameaçou apedrejar a portaria do prédio 128 da avenida, a principal do centro carioca.

Quatro horas antes, o menino havia sido levado por policiais militares para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) da Polícia Civil. Ele havia sido capturado por pedestres, que atenderam ao grito de socorro da mulher. Agredido, o menor sofreu ferimentos no supercílio direito.

Às 13h, ele estava de volta ao exato ponto onde havia sido surrado, só que na calçada oposta da Rio Branco. Com ele, os amigos que o acompanhavam quando atacara a vítima às 8h45. Sobre o olho, havia um curativo.

O menino invadiu o ônibus pela porta traseira. Os amigos tentaram segui-lo, mas o motorista, alertado por passageiros apavorados, conseguiu fechar a porta às pressas. Preso dentro do ônibus, ele escapou pela janela, momento em que foi flagrado pelo repórter-fotográfico Wilton Júnior, do Estado.

Ao ver que estava sendo fotografado, o menino e os amigos ameaçaram atiraram pedras contra o profissional e contra a portaria do edifício, onde Júnior buscou refúgio. Antes de irem embora, ofenderam os seguranças do edifício.

Mais conteúdo sobre:
meninorioavenida rio branco

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.