Menor internado em Centro de Reeducação é executado

Cinco homens fortemente armados invadiram o Centro de Reeducação do Menor Infrator, o Caresami, de Uberaba, Minas Gerais, e executaram um menor com nove tiros. Do jovem, de 17 anos, estava detido desta a última segunda-feira, 24, acusado de ter matado um rapaz na quinta-feira passada com quatro tiros, além de outros dois assassinatos.Os assassinos do menor pularam o muro do Caresami, usando "terezas", cordas feitas de roupas, renderam os seguranças, que são da guarda municipal de Uberaba e não utilizam armas, e perguntaram sobre o menor. Dois educadores também foram mantidos como reféns durante a ação.A ação dos bandidos durou pouco mais de 5 minutos. Um dos assassinos desferiu três tiros nos braços do menor. Outro atirou mais cinco vezes na região do peito e cabeça. Eles ainda obrigaram os seguranças a abrirem o portão da frente da instituição e fugiram sem deixar pistas.Este é o segundo caso de violência contra menores sob custódia da prefeitura de Uberaba nos últimos 50 dias. No dia 2 de junho, um adolescente que retornava ao Caresami de um curso fora da instituição, foi baleado dentro de uma perua da própria prefeitura.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.