Menor mata duas pessoas e ameaça mais sete

As polícias civil e militar de Marília intensificaram hoje as buscas ao menor D.S.V., de 17 anos, que em menos de 48 horas matou duas pessoas, no sábado e na segunda-feira, e teria prometido executar mais sete, todas da favela da Vila Barros, na zona norte da cidade. Com duas passagens pela polícia por assalto à mão armada e furto, o rapaz é considerado de "alta periculosidade" pelo titular da Delegacia de Investigações Gerais, delegado José Carlos Costa.No sábado, D.S.V. matou com três tiros o pedreiro Divaldo da Silva, de 31 anos, e na segunda-feira executou com dois disparos na cabeça o cunhado da primeira vítima, Márcio Gaspar da Silva, de 24 anos, quando ele conversava com a namorada no portão de sua casa.Depois do primeiro crime, o barraco do menor, que mora na mesma favela, foi incendiado. Ele prometeu vingança. A morte de Márcio seria parte de sua vingança. Segundo a polícia, o menor teria prometido matar outras sete pessoas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.