Menor suspeito de envolvimento na morte de Eliza é transferido para MG

Uma das peças-chave do caso, adolescente deixou Centro de Triagem no Rio escoltado

Fabiana Marchezi, da Central de Notícias

13 de julho de 2010 | 14h42

SÃO PAULO - O adolescente J., de 17 anos, envolvido no sequestro e morte de Eliza Samudio, de 25 anos, deixou o Centro de Triagem (CTR), no Rio, na tarde desta terça-feira, 13, e segue escoltado por policiais para Minas Gerais.

 

Veja também:

linkPolícia poderá ouvir Fernanda, outra amante de Bruno

linkSuspeito de matar Eliza só vai falar em juízo, diz advogado

especialCronologia do caso

 

Segundo a Polícia Civil, a chegada do adolescente à capital mineira está prevista para o final desta tarde. A transferência de J. para Minas foi autorizada na segunda-feira, 12, pela 2ª Vara de Infância e Juventude do Rio de Janeiro.

 

O adolescente é uma das peças-chave do caso. Ontem, ele deu detalhes diferentes do que havia dito à polícia sobre o sequestro e assassinato de Eliza em depoimento à Promotoria da Infância e da Juventude.

 

Segundo o Jornal Nacional, da TV Globo, que teve acesso ao texto, J. disse que, depois de machucada pelas coronhadas dadas por ele em Eliza, ela passou dois dias na casa de Bruno Fernandes no Recreio dos Bandeirantes (zona oeste do Rio), antes de seguir para o sítio do atleta em Minas.

Tudo o que sabemos sobre:
caso Bruno

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.