Menores atiram em aposentada no ABC paulista

A aposentada Susete San Marcos Vezbickaz, de 52 anos, e sua filha adolescente, Karen, passaram momentos de terror nas mãos de três menores durante seqüestro-relâmpago do qual foram vítimas na noite de ontem em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. Por volta das 21h, mãe e filha, dentro de um Mercedes Benz Classe A, foram abordadas em um semáforo na Avenida Brigadeiro Faria Lima, no Centro da cidade, pelos três menores, um deles armado com um revólver calibre 38. O trio entrou no carro, um dos bandidos assumiu a direção, enquanto aposentada era transferida para o banco do passageiro e a menina para o banco traseiro, entre os outros dois adolescentes.A intenção dos bandidos era realizar saques em caixas-eletrônicos na região. Antes dos bandidos pararem o Mercedez na Avenida Marechal Deodoro, ainda no centro, onde fica uma agência do Banco Itaú, houve um disparo dentro do veículo, efetuado pelo menor que estava no banco traseiro. O tiro, gratuito, sem motivo, pois a aposentada não reagiu, acertou de raspão a perna esquerda de Susete. Para não levantar suspeita, o Mercedes foi estacionado 1 km antes da agência.CrueldadeEm posse dos cartões bancários da vítima, o menor que dirigia o carro recusou-se a ir sozinho ao caixa-aletrônico e obrigou a aposentada, ferida na perda, acompanhá-lo, a pé, até a agência, distante quase mil metros. Machucada e sentindo muita dor, Susete não teve escolha. Enquanto isso, Karen era mantida refém dentro do próprio carro pelos outros dois menores.PrisãoParar o carro distante do banco foi uma estratégia que não deu certo. Policiais da equipe 8 do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra), de São Bernardo, ao passarem ao lado do Mercedes, desconfiaram, pararam e renderam os dois adolescentes, A arma, de numeração raspada, foi apreendida. O outro menor, que estava com a aposentada, foi detido antes mesmo de sacar qualquer quantia. Susete foi medicada no Pronto-Socorro de Vila Assunção e passa bem. Os bandidos R.S.S., 16, N.A.G., 17, e R.L.M., 17, foram levados ao plantão do 1º Distrito Policial de São Bernardo do Campo, cujo delegado Neliton Marques Cabral os encaminhou à Vara da Infância e da Juventude; de lá, os menores poderão ser transferidos para a Febem.

Agencia Estado,

29 de agosto de 2003 | 09h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.